Burlesque: uma dança sensual

Não é simplesmente um musical, mas um filme que conta a história de superação e determinação de uma jovem que vai atrás do seu sonho de viver da música e da dança. Para Ali (Chistina Aguilera), não há tempo ruim, e quando chega a Los Angeles se depara com Burlesque, uma casa de shows dirigida por Tess (Cher, de Minha Mãe é Uma Sereia e Ligado em Você) onde as dançarinas mostram muita sensualidade, mas nada bem longe do conceito de ‘casa de stripper’. O conceito é outro, como a própria definição do nome ‘burlesque’: brincadeira, uma dança caricata com personagens que transmitem certa sensualidade. Ao lado de Cher, Christina Aguilera libera seu ‘vozeirão’ e realiza seu primeiro papel como protagonista nas telonas. A sensualidade latende (mas não vulgar) da história torna o filme agradável e divertido, com muitos momentos de riso e outros de torcida pelas personagens. Stanley Tucci interpreta Sean, novamente um grande parceiro gay da ‘chefona’, a exemplo de seu papel em O Diabo Veste Prada.

Comente este artigo