Guerreiro: pelo que você luta?

Essa é a pergunta a ser respondida por Tommy e Brendan  em O Guerreiro – Warrior (2011).  O problema de alcoolismo e violência do pai Paddy (Nick Nolte, de Hotel Ruanda e Hulk) levou a família Colon a se separar quando ainda eram jovens. Até hoje as cicatrizes permanecem mal fechadas.

Enquanto o irmão mais velho Brendan (Joel Edgerton, A Última Cartada e Reino Animal) ficou em casa por causa da namorada, o caçula Tommy (Tom Hardy, Jogo Entre Ladrões e Nem Tudo É o Que Parece) foi embora com a mãe. Brendan lutou no UFC, mas depois de uma luta que o levou ao hospital passou a lecionar aulas de física na escola secundária. Tommy esteve com a mãe até que morresse doente e sem apoio, foi para a marinha onde fatos sobre a guerra não estão bem esclarecidos.

 

Tommy retorna e procura o velho Paddy para ajudá-lo a treinar, como nos velhos tempo, para participar do grande evento de MMA, um grand prix de luta da artes marciais mistas que vai premiar com US$ 5 milhões apenas o primeiro colocado dos 16 participantes. Para isso, terão que aguentar até o final, em lutas eliminatórias durante 24 horas.

Enquanto isso, Brendan enfrenta problemas financeiros e recebe o aviso final do banco para quitar sua hipoteca ou perderá a casa onde mora com sua esposa, Tess (Jennifer Morrison, de Star Trek e House),  e as duas filhas. Para piorar, ao tentar ganhar dinheiro extra em lutas amadoras, acaba suspenso da escola.

Agora sua esperança é contar com seu velho amigo Frank (Frank Grillo, de A Sétima Alma e Olhos Azuis) para treiná-lo para o torneio milionário. Muito mais do que o prêmio final, velhas feridas subirão ao octógono. Sem o mal ou o bom, quem vai levar o prêmio e qual será o custo?

Comente este artigo