Cada um tem a gêmea que merece!

As histórias de irmãos gêmeos se multiplicam mundo afora.  Conexões através do pensamento, dores e sentimentos compartilhados mesmo à distância e por aí vai. Com o depoimento de algumas dessas histórias começa o filme ‘Cada Um Tem a Gêmea Que Merece’ (Jack and Jill-2012). No papel dos gêmeos Jack e Jill está Adam Sandler (Um Faz de Conta Que Acontece e Click). Jack é um bem sucedido dono de agência publicitária, casado com Erin (Katie Holmes, de A Filha do Presidente e da série Dawson’s Creek) e com dois filhos pequenos, um deles adotado.

 

No meio da difícil missão de convencer Al Pacino (88 Minutos e As Duas Faces da Lei) de realizar o comercial do novo ‘capuccino’ do seu maior cliente, sua irmã Jill está a caminho para passar os quatro diasdo feriado de ação de graças, como em anos anteriores. O problema é que Jill é inconveniente, atrapalhada e fala demais! Jack cede aos apelos da esposa e dos filhos para tratá-la bem, afinal são só quatro dias. Mas uma discussão logo no primeiro dia faz com que o tempo juntos seja prorrogado para que façam as pazes, ficando ainda pior para Jack.

Entre Jack usar a irmã para convencer Al Pacino a fazer seu comercial e a busca de Jill por uma razão de viver e sair da solidão, situações fora do comum no melhor estilo Adam Sandler preenchem toda a história que, como em outros títulos do ator, empresta aos espectadores uma boa lição que, no mínimo, faz pensar no relacionamento com a família.

 

Com participação especial de Johnny Depp (Piratas do Caribe e Inimigos Públicos), a direção fica por conta de Dennis Dugan, repetindo a parceria com Adam Sandler como em Esposa de Mentirinha (2011), Gente Grande (2010), Zohan O Agente Animal (2008) e Eu Os Declaro Marido e Larry (2007). O filme não deixa nada a desejar nas montagens das cenas com o ator em dois papéis simultaneamente.

Comente este artigo