Escorpião Rei: a Batalha pela Redenção

Era dos bárbaros. O grande guerreiro conhecido como Escorpião Rei perdeu seu povo e sua amada esposa, uma poderosa feiticeira que não pôde prever a própria morte. Desacreditado de sua honra e nobreza, vive como marcenário em busca exclusivamente por ouro e riquezas. Assim começa a história de O Escorpião Rei 3: Batalha pela Redenção (The Scorpion King 3: Battle for Rendemption-2012).

 

Tentando livrar-se das lendas que cercam seu passado como rei, Mathayus (Victor Webster, de Substitutos e Dirty Love: Dando o Troco) recebe uma missão do Rei Horus (Ron Perlman, de Caça às Bruxas e Hellboy 2: O Exército Dourado): deverá proteger seu aliado Rei Ramusan (Temuera Morrison, de Busca Explosiva 2 e Honra e Liberdade) que tem a guarda do lendário Livro dos Mortos. Roubar o Livro dos Mortos é parte dos planos de Talus (Billy Zane, de Titanic e Heróis de Guerra), que está reunindo um poderoso exército para enfrentar seu irmão Horus e conquistar o reino que deveria ter sido seu após a morte de seu pai, ou pelo menos ele acredita nisso.

  

Para auxiliar Mathayus, apenas o bárbaro Olaf (Bostin Christopher) irá acompanhá-lo nessa jornada, ambos motivados apenas pela recompensa em ouro. Mas após a primeira defesa ao castelo de Ramusan, tudo pode mudar. Uma nova missão é dada aos dois guerreiros: devem resgatar a filha de Ramusan raptada por Talus. Em troca, Mathayus terá a horna de casar-se com ela. Muitas batalhas, espadas, castelos e feitiçaria marcam a história do terceiro episódio da trilogia Escorpião Rei, com momentos de comédia no melhor estilo ‘A Múmia‘. Dirigido por Roel Reiné (Busca Explosiva 2) e filmado na Tailândia, conta ainda com a participação de Dave Bautista no papel do guerreiro místico Argomael.

Comente este artigo