Imortais

 

Dos mesmos produtores de ‘300’, ‘Imortais’ (Immortals-2011) é um pedaço da história mitológica do guerreiro Theseus (Henry Cavill, da série The Tudors e Stardust: O Mistério da Estrela) e sua jornada para se tornar uma lenda entre os deuses da Grécia antiga. No ano de 1.228 a.C., o rei Hiperion (Mickey Rourke, O Lutador e Sin City: A Cidade do Pecado) quer dominar o mundo e escrever seu nome na história, tornando-se imortal, lembrado por gerações. Para isso, pretende libertar os Titãs, imortais aprisionados no monte após uma sangrenta batalha com outros imortais que, após sua vitória, passaram a se denominar deuses.

 

Theseus é filho de uma camponesa, que sozinha o criou à margem da sociedade, por ter sido violentada e não conseguir um casamento como nos costumes da época. Foi treinado desde pequeno por um Ancião (John Hurt, Hellboy 2 O Exército Dourado e Outlander: Guerreiro VS Predador) tornando um exímio guerreiro. Agora adulto, Theseus e toda sua cidade estão no caminho de Hiperion e nas sua  procura desesperada pelo Arco de Épiro, uma poderosa arma mitológica capaz de destruir a prisão mística dos Titãs.

 

Após ver a mãe ser assassinada pelo próprio Hiperium, ele decide que fará tudo para se vingar. Nessa jornada se juntaram a ele a jovem Phaedra (Freida Pinto, Planeta dos Macacos: A Origem e Quem Quer Ser Um Milionário?) com o dom da visão de acontecimentos futuros, aclamada como oráculo, e o ladrão Stavros (Stephen Dorff, de Inimigos Públicos e 13º Andar). Juntos seguiram ao encontro do exército dos Heliseus junto ao monte Tartarus para enfrentar Hiperium, impedir que liberte os Titãs e salvar toda a humanidade, lutando, além de tudo, com a falta de fé em seus próprios deuses. Ao mesmo tempo, o próprio Zeus (Luke Evans, de Blitz e Fúria de Titãs) está em conflito com seus pares zelando pela lei que os impede de interferir nos assuntos dos homens, mesmo que seu maior desejo seja proteger os nobres de espírito.

Comente este artigo