Mass Effect: Defendendo a Humanidade

Mass Effect é um game de RPG e ação onde o jogador é responsável por defender a humanidade contra ameaças alienígenas. Muito além do planeta Terra, o cenário envolve a imensidão espacial, viagens pelo espaço e defesa de colônias de humanos em outros planetas.

Mass Effect (2007): Desenvolvido pela BioWare em parceria com a Microsoft, o game revolucionou a forma de jogar em RPG com opções múltiplas de diálogo, superior a games lançados até então, criando diversas direções que a história poderia tomar. O personagem principal é  o soldado de elite Shepard, no ano de 2.183 d.C. , o agente remanescente da organização de paz Spectre. Ele é controlado pelo jogador em terceira pessoa para uma exploração espacial à bordo da nave Normandy em busca de um artefato milenar que servirá como chave para novas tecnologias. Enquanto isso realiza alianças ou declara guerras a outras raças alienígenas, e o grande objetivo é vencer a ameaça que pretende exterminar todas as colônias humanas, inclusive sua sede principal: a Terra.

 

Os gráficos do game foram produzidos com boa qualidade, tanto para cenário, quanto para as fisionomias dos personagens, permitindo uma qualidade maior nas expressões faciais, inclusive. O jogador pode personalizar Shepard entre seis classes disponíveis, além de definir algumas de suas habilidades. Conforme avança no jogo, novas habilidades são liberadas. Diálogos, armas e equipamentos são peças importantes no desenrolar da história e podem alterar o rumo do personagem conforme as escolhas do jogador. Mass Effect é referência ao efeito causado pelas viagens através do espaço na velocidade da luz. O primeiro episódio foi lançado para as plataformas X-Box 360 e PC.

Mass Effect 2 (2010): O segundo capítulo da série inicia após Shepard ser morto numa emboscada que também destruiu sua espaçonave Normandy, também no ano de 2.183. Ele é  revivido 2 anos depois pela Cerberus, uma organização humanitária e extremista. Agora Shepard conta com mais 2 membros para seu time, usados taticamente durante os combates. Sua nave é recuperada e recebe a missão de investigar os alienígenas que o emboscaram, conhecidos como The Collectors, que aliados à seus antigos inimigos Reapers, estão abduzindo colônias inteiras de humanos.

  

O jogador viajará através da via láctea, explorando planetas com atributos diferentes, capazes de melhorar a espaçonave conforme esses elementos. Também durante a exploração o jogador poderá realizar novas missões paralelas ou simplesmente ignorá-las. Tudo pode afetar o rumo do jogo. A missão de Shepard com seus dois companheiros Miranda e Jacob é também de recrutar outros membros para seu time e, ao final, a história pode se encerrar de forma suicida, onde todos podem morrer, todos podem sobreviver, ou parte da equipe.

   

Os mapas dos planetas são menores que no primeiro capítulo, mas a quantidade de detalhes e objetos aumentou consideravelmente, melhorando a impressão da exploração. Lançado em 2010 para as plataformas X-Box e PC, chegou para a plataforma PS3 no início de 2011 já com o motor do capítulo 3, incluindo uma história em quadrinhos descrevendo o que aconteceu no primeiro capítulo para ambientar os novos jogadores do console da Sony.

Mass Effect 3 (2012): Terceiro capítulo do RPG de ação espacial, chega ao Brasil nos consoles PS3 no primeiro trimestre de 2012.  A Terra é invadida por um ataque maciço dos Reapers e para salvá-la o jogador novamente assume o papel do comandante Shepard. Sua missão é recrutar as outras civilizações da galáxia para salvar a humanidade em sua última missão.  As histórias dos primeiros dois episódios estão presentes como influência nos rumos que esse capítulo pode tomar. Novamente as decisões tomadas pelo jogador durante as missões afeta a forma como o jogo se desenrola, que é menos linear ainda. Dessa vez Shepard também terá que lidar com a Cerberus que se virou contra ele e agora também é sua inimiga.

   

Uma das novidades desse capítulo é o módulo multiplayer que permitirá campanhas de cooperação de até quatro jogadores simultaneamente. Essas missões extras são para controle de posições na galáxia que são parte do arsenal do comandante Shepard no módulo single e também poderão otimizar os resultados da campanha single conforme os resultados adquiridos no módulo multiplayer. Os jogadores tem acesso a personagens que antes não tinham a oportunidade de controlar e que já estavam presentes nos dois episódios anteriores.

 

Com novidades na forma de combate, o módulo multiplayer, a melhora ainda maior nos gráficos e uma história com muito mais opções tornando o desenrolar menos linear, promente encerrar a trilogia do comandante Shepard com chave de ouro. Desenvolvido também pela BioWare e distribuído pela EA Games, o jogo estará disponível, além da versão PlayStation 3, também para X-Box e PC.

Comente este artigo