Battleship

Dois irmãos de temperamentos opostos são os protagonistas de ‘Battleship: Batalha dos Mares’ (Battleship-2012). O irmão mais velho é Stone (Alexander Skarsgård, de 13 O Jogador e Heróis de Guerra), Capitão da marinha americana e politicamente correto. O mais novo é Alex (Taylor Kitsch, de X-Men Origens: Wolverine e O Pacto), um tipo incorrigível e inconsequente que comete uma grande besteira ao tentar  impressionar a linda Sam (Brooklin Decker, de Esposa de Mentirinha), filha do Almirante Shane (Liam Neeson, de Esquadrão Classe A e Fúria de Titãs), também da marinha americana.

 

Mesmo com tudo resolvido  Stone obriga Alex a se alistar na marinha,  onde chega ao posto de Tenente. Acabam participando de uma mesma missão, Stone comandando um dos três navios de guerra e Alex como tripulante de outro, quando descobrem um estranho objeto em pleno alto mar. O objeto faz parte de uma força alienígena, e aos primeiros contatos para reconhecimento são mal interpretados pelos invasores.  Eles mostram sua força e, com armamento nunca vistos no planeta,  reagem violentamente, matando o Capitão Stone, afundando seu navio e executando boa parte da tripulação dos outros dois.

 

Com a falta de oficiais mais graduados, o Tenente Alex precisa assumir o comando da operação e isto causa grande temor na tripulação que não consegue enxergar nele um líder capaz de levá-los a vitória. Alex terá que superar todas as dificuldades de sua personalidade para conduzir os tripulantes na luta em defesa do planeta contra a ameaça alienígena.

 

Uma criação da Hasbro, a mesma empresa que criou a franquia ‘Transformers‘ e com a direção de Peter Berg (Hancock e O Reino) ação e ficção científica se misturam para tirar o fôlego dos espectadores ao  som energizante do AC/DC. Cenas de incríveis batalhas navais e estratégias citando, inclusive o livro ‘A Arte da Guerra’, de Sun Tzu.

Comente este artigo