Billi Pig

Billi Pig (2011) começa com verdadeiro sonho maluco,  o desejo insano de Marinalva (Grazi Massafera, de Didi: O Caçador de Tesouros), em ser uam artista famosa. Casada com Wanderlei (Selton Mello, de A Mulher Invisível e Jean Charles), um corretor de seguros falido e deprimido, ela tenta se dar bem na vida se juntando a um falso padre, Roberval (Milton Gonçalves, de Carandiru e As Alegres Comadres) para tentar  salvar a vida da filha de um chefão do tráfico através de um ‘milagre’.

 
Marinalva tem um porquinho de plático que guarda desde a infância, chamado Billi, que lhe serve como amuleto e confidente. Cansada de sua vida simplória e longe de conquistar seu sonho,  Marinalva resolve dar um ultimato no marido para que ele lhe dê a vida que merece. Marinalva, Wanderlei e Roberval se junto para criar um verdadeiro ‘milagre’ para tirar  a jovem filha do ‘Seu Boca’ (Otávio Muller, de Trair e Coçar é Só Começar) e literalmente meter a mão na grana.

 

O resultado é imprevisível: uma comédia despretensiosa, juntando caras conhecidas do público brasileiro numa história de malandragens e trapaças, satirizando a velha prática de tentar vantaem em tudo, com uma pegada suburbana  Que mundo é este afinal?

Dirigido por  José Eduardo Belmonte, o elenco conta com participações especiais de Preta Gil, Milhem Cortaz, Monique Lafond, Cassia Kiss e Arlindo Cruz  como uma boa participação musical.

Comente este artigo