Headhunters

Caçadores de talentos são especialistas em contratação de autos executivos para grandes empresas. Roger Brown (Aksel Hennie, de Comando de Elite e Max Manus: O Homem da Guerra) é um desses caçadores, muito respeitado nas grandes empresas, capaz de moldar talentos para entrevistas e convencer diretores a contratar seus indicados.

 

Roger é casado com a bela Diana (Synnøve Macody Lund) e é conciente de tê-la conquistando não pelos seus 1,68m de altura, mas sim por sua posição bem sucedida e pelo dinheiro que ganha capaz de comprar uma belíssima casa e manter um alto padrão de vida. Só que não é como headhunter que ele ganha todo seu dinheiro. Roger na verdade é um excelente e bem sucedido ladrão de obras de arte!

Quando sua esposa inaugura a própria galeria de arte, Clas Greve (Nikolaj Coster-Waldau) é atraído para visitá-la na inauguração. Clas é um antigo amigo de Diana e está interessado em conseguir uma vaga como líder de uma empresa para qual Roger está recrutando um novo líder. Ao serem apresentados, Clas revela a Roger que está vendendo os pertences de sua avó falecida. Mais tarde, Diana deixa escapar que um antigo e valioso quadro pode estar entre os pertences herdados por Clas.

 

Claro que Roger se interessa de imediato e começa a planejar um roubo que poderá resolver seus altos custos e deixá-lo de uma vez por todas rico. Só que nada é tão simples: a situação em que Roger acaba de se meter está muito além de qualquer problema que já tenha enfrentado ou mesmo imaginado em sua principal profissão.

Ação e suspense amarrados em uma trama bem construída, ‘Headhunters’ (Hodejegerne-2011) é uma produção norueguesa e alemã dirigida por Morten Tyldum que promete prender no início ao fim.

Comente este artigo