Somos Tão Jovens

Renato Manfredini Júnior (Thiago Mendonça, de 2 Filhos de Francisco) viveu sua juventude em Brasília, entre os últimos anos do colégio e o início da faculdade. Filho de funcionário de carreira do Banco do Brasil, o sr Renato (Marcos Breda, de Feliz Ano Velho), ele vivia com seus amigos verdadeiras e intermináveis horas de tédio. Aluno exemplar do colégio Marista, Renato descobre uma doença degenerativa que o obriga a colocar alguns pinos na bacia, forçando um longo período de repouso, isolado em seu quarto, de cama. Sua companhia: os livros.

SomosTãoJovens-00 SomosTãoJovens-02

Aninha (Laila Zaide, de Tainá: A Origem) é sua grande amiga e confidente, com que alimenta uma amizade diferente, divide suas angústias e seus sonhos. Renato trabalha como professor de inglês graças à sua formação escolar ter acontecido nos Estados Unidos. Mas não quer isso para seu futuro. Usando músicas em suas aulas ele continua com o objetivo de um dia ter uma banda. E aí que entra seu amigo Fê Lemos (Bruno Torres), que com sua bateria propõe que comecem a tocar juntos.

SomosTãoJovens-03 SomosTãoJovens-01

Os próximos anos que se passam mostram as tentativas de tocar com a banda, a busca por um guitarrista, as brigas, festas e monotonia dos intervalos. A descoberta do punk, a chegada de um novo tipo de música, mais baladinha e a formação do Legião Urbana. Tudo isso regado a lampejos de necessidade de anarquia e mudança em pleno centro do poder no país numa época de ditadura. É o nascimento de uma geração que deixou sua marca eternizada nas letras de canções que embalam muitos momentos das vidas de jovens e de não tão jovens assim.

SomosTãoJovens-04 SomosTãoJovens-05

A cinebiografia de um dos maiores ícones da história moderna de nosso país é mostrada sobre os olhos de Antônio Carlos de Fontoura (Gatão de Meia Idade). Com a trilha sonora cantada sobre a voz dos atores, deixa saudosos milhares de fãs que curtiram e curtem a Legião Urbana desde o início dos anos 80 e que até hoje renova seus seguidores nas novas gerações. Toda a genialidade de Renato Russo em letras que continuam atuais, mostrando todo o sentimento de revolta de uma geração que clamava por um Brasil melhor e também nas melodias que tocam o coração de muitos.

Comente este artigo