47 Ronins

O Japão possui em sua história grandes momentos retratados de geração em geração no formato de lendas. Uma dessas lendas é contada em ’47 Ronins’ (2013) sobre um grupo de samurais que foi castigado pelo Imperador para manter a unidade de seu império. Ainda jovem, Kai (Keanu Reaves, de Reação em Cadeia e Sem Destino) foi encontrado fugindo na floresta pelo Lord Asano (Min Tanaka) que resolve poupar sua vida e mantê-lo como serviçal em seus domínios, mesmo contra a opinião do samurai responsável por sua segurança, Ôishi (Hiroyuki Sanada, de Wolverine Imortal e A Condessa Branca). Segundo Ôishi, Kai é um mestiço que viveu entre as criaturas místicas e más da floresta, e pode trazer a desgraça ao seu senhor.

47Ronins-01 47Ronins-02

Mas Kai cresce, dentro dos limites de sua insignificância, como um serviçal. Mesmo nessa condição, a filha de Lord Asano, Mika (Ko Shibasaki), se aproxima de Kai e, em segredo, mantém sua paixão nutrida em encontros furtivos. Tudo segue dentro da normalidade tênue dos relacionamentos políticos entre as províncias até que, as vésperas de receber o Shogun Tsunayoshi (Cary-Hiroyuki Tagawa, de Tekken e Imortal), uma armação criada por Lord Kira (Tadanobu Asano, de Battleship: A Batalha dos Mares e Thor) durante os jogos, faz com que o Shogun ordene o sacrifício de Lord Asano e decrete o casamento de sua filha com Lord Kira para realizar a paz entre as províncias.

47Ronins-03 47Ronins-04

Seu samurais são declarados foras-da-lei pelo Shogun, denominados agora como Ronins. Deposto, Ôishi inicialmente aceita a desonra de ser banido e as ordens do Shogun de não tentar vingança. Mas sua devoção por Lord Asano não demora a determinar suas ações, e juntamente com Kai, resolve reunir todos os ronins para um audacioso plano de vingança contra Lord Kira e sua feiticeira (Rinko Kikuchi, de Vigaristas e Círculo de Fogo), limpar a honra de seu senhor e libertar sua filha das garras do tirano inimigo.

47Ronins-05 47Ronins-06

Dirigido por Carl Rinsch, à frente de seu primeiro longa, a lenda dos ’47 Ronins’ (47 Ronin-2013) é uma nova adaptação ao cinema sobre a história transmitida por várias gerações na cultura japonesa, como exemplo de devoção e honra, onde nem mesmo os subterfúgios de um tirano utilizando-se de traições, mentiras e até feitiçaria, não foi capaz de abater uma ordem de samurais destituídos de seus títulos e de seu senhor. Uma fotografia muito bonita, mesclada com efeitos especiais primorosos, incluindo versão 3D, nos levam a viajar no tempo até a época dos Samurais e dos Shoguns, numa terra dominada pela educação que escondia por trás da formalidade o jogo político da manipulação e traição.

Comente este artigo