CERTAS MULHERES, ganhador do prêmio de Melhor Filme no Festival de Londres.

O longa-metragem Certas Mulheres, de Kelly Reichardt, traz uma viagem ao oeste americano povoado por mulheres fortes. A historia é dividida em três diferentes contos, todos passados na cidade de Livingston, Montana. Mostra a dificil tragetoria das mulheres que tem que enfrentar dilemas morais, profissionais e politicos. Reichardt, reforça a importância da figura feminina ultrapassando as barreiras do preconseitos e tradições machistas.

Laura Wells (Laura Dern) é advogada com uma presença marcante relacionada à prisão e à justiça. Seu cliente a coloca em uma situação delicada quando testa sua capacidade e autoridade na resolução dos casos, destaca a desigualdade de gênero em sua profissão.

Conta também a historia de Gina Lewis (Michelle Williams), análoga à figura do mineiro, suas falas apontam para uma pilha de pedras do seus vizinho que poderá servir para construção de sua casa. Sua posição de liderança profissional é subestimada e sua iniciativas são atropeladas palas falas dos homens “tradicionais” e sua filha à confronta sem motivos explícitos.

Jamie (Lily Gladstone) é uma fazendeira destinada à reclusão social, principalmente depois de exibir seus afetos por Beth (Kristen Stewart). Que é uma professora de direito que tenta fugir do destino de vendedora de sapatos, trabalho que considera indigno. Demostra a desvalorização do trabalho realizado pelas mulheres na visão de muitos e muitas.

Certas Mulheres está disponível na eWmix.com – https://ewmix.com/filme/14258/certas-mulheres

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s