Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível – ensina a aproveitar cada momento “não fazendo nada” com aqueles que amamos.

Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível é mais uma das incríveis histórias com uma boa dose de fantasia em meio à realidade – marca registrada da Disney e do diretor Marc Forster.

Talvez seja por essa abordagem que o filme funcione tão bem: ao mesclar o imaginário com o factual de forma espontânea, o filme chega ao ponto de tornar natural a jornada de (re)conhecimento que o protagonista vive. Fantasia e realidade podem conversar muito bem entre si.

Começando com uma breve crônica da infância alegre e estritamente transformada do visitante favorito do Bosque dos Cem Acres nós nos encontramos com Christopher Robin (Ewan McGregor) como um adulto, trabalhando duro para uma empresa de malas.

03 Christopher Robin

Christopher se preocupa muito com sua carreira, no entanto, privando-o do tempo da família com sua esposa, Evelyn (Hayley Atwell), e sua filha desesperada para impressionar, Madeleine (Bronte Carmichael).

Christopher parece estar decepcionando sua equipe, seu chefe, e especialmente para toda a sua família, devido ao seu excesso de trabalho e sem tempo para ela.

O brilho da vida de Christopher é concentrado em determinada fase da infância, dentro de um refúgio imenso e cheio de vida junto da convivência diária com Ursinho Pooh, Tigrão, Leitão, Ió, Kanga, Guru, Abel e Corujão.

E quando o urso velho e bobo aparece de repente em Londres, pedindo sua ajuda para reencontrar toda a turma, Robin se vê sem saída a não ser voltar ao cenário da sua infância e redescobrir um lado seu que se perdeu ao longo dos anos.

04 Christopher Robin.jpg

Desde o início, o filme brinca com uma estrutura semelhante a de um livro, mostrando a evolução do protagonista desde o último dia ao lado dos seus amigos de pelúcia até atingir a idade adulta.

O filme é daqueles clássicos infantis que vai levar o público mais velho ao choro na frente da televisão. E ainda trás uma mensagem que mesmo com as responsabilidades corriqueiras de um adulto, ainda é possível tirar um tempo para visitar o Bosque dos Cem Acres e aproveitar cada momento “não fazendo nada” com aqueles que amamos.

Se emocione com esta linda história!

Já esta disponível na ewmix

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s