O Grinch – mostra para as crianças e adultos a importância da família e do amor.

O Grinch é um ser verde que não suporta o Natal e, todo ano, precisa aturar que os habitantes da cidade vizinha comemorem a data. Decidido a acabar com a festa, ele resolve invadir os lares dos vizinhos e roubar tudo o que está relacionado ao Natal.

Nesta nova versão temos uma nova visão do personagem da Illumination Entertainment e Universal. Terceira adaptação de O Grinch, seguindo o clássico de 1966 e a adaptação de 2000 estrelada por Jim Carrey.

Do livro original do Dr. Seuss, apresenta o personagem-título como uma criatura repulsiva que vive sozinho com de seu cão leal Max, escondido no Monte Crumpit.

Apesar de não ser tão conhecido no Brasil, o Dr. Seuss é um fenômeno nos Estados Unidos e teve mais de sessenta livros infantis publicados, que estão intricados na cultura norte-americana. Responsável por livros como ‘Horton Choca um Ovo’, ‘Lorax’, ‘Como Grinch Roubou o Natal’ e ‘O Gato da Cartola’.

01 O Grinch

No vale abaixo do Monte Crumpit, fica Quemlândia – uma pequena vila festiva conhecida por seu amor ao Natal e tudo o que vem com o feriado: decorações, comida e especialmente presentes. No entanto, quando o Grinch cruza caminhos com a jovem Cindy Lou Quem – uma menininha alegre e super fofa, sua missão se torna mais dolorosa e difícil.

Para o rabugento Grinch a decisão de roubar o Natal das pessoas é gerada por um considerável egoísmo alimentado pelo abandono. Para a menina Cindy, ao contrário, sua motivação na história, vem da noção de fraternidade – pois quer proporcionar à atarefada mãe um pouco de conforto.

O Grinch no entanto, não é uma figura asquerosa. Os realizadores investem numa aproximação afetuosa, instigando a sensação de que a maldade externada é apenas uma couraça desenvolvida com o passar do tempo para a proteção de lembranças dolorosas. Ele é tão inocente que é quase bobo – como se você soubesse desde o princípio que ele está se esforçando muito para ser mau.

Nesse sentido, a escolha de Lázaro Ramos para dublar a versão nacional do longa foi positiva. O ator expressa bem esse lado mais infantil dado ao personagem e parece à vontade para brincar com a sua voz nas idas e vindas da jornada de Grinch.

05 O Grinch

A produção dirigida por Yarrow Cheney e Scott Mosier é envolta por uma fofura, evidente no próprio traço do design dos personagens.

O cenário de Quemlândia é ricamente animado – com bela arquitetura tridimensional e comida de aparência realista que terá espectadores desejando biscoitos de Natal.

Toda a história serve como pano para mostrar para as crianças – e aos adultos – a importância da família e do amor. E o filme consegue transbordar essa mensagem de maneira muito clara e interessante com flashbacks que mostram porque o Grinch se tornou o ser amargurado que ele é. Afinal, ninguém merece passar o Natal sozinho, não é mesmo?

O Grinch deseja entreter e iluminar as novas gerações de telespectadores sobre a história de seu personagem e, promover uma bela mensagem de união e solidariedade.

Já disponível na ewmix

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s