Máquinas Mortais – Do incrível diretor Peter Jackson (trilogia Senhor dos Anéis)

Do diretor Peter Jackson (trilogia Senhor dos Anéis) e baseado na obra obra literária de 2001 do autor Philip Reeve.

No futuro do ano 3100, a Terra encontra-se devastada e não é mais divida por territórios e fronteiras. Nesta nova realidade, as cidades são colossais veículos e se movem pelo planeta.

Para sobreviver anos depois da “Guerra dos Sessenta Minutos”  as cidades que se movem em rodas gigantes – conhecidas como Cidades Tração, lutam com outras para conseguir mais recursos naturais.

Quando Londres se envolve em um ataque, Tom (Robert Sheehan) é lançado para fora da cidade junto com uma fora-da-lei e os dois juntos precisam lutar para sobreviver e ainda enfrentar uma ameaça que coloca a vida no planeta em risco.

Londres é a maior e mais próspera cidade, e o engenheiro-chefe Thaddeus Valentine (Hugo Weaving) busca conquistas ainda maiores, não se importando com as consequências. Em seu caminho está Hester Shaw (Hera Hilmar) uma figura misteriosa do passado que busca vingança.

mortal-engines.jpg

Na trama, quando Londres  se aproxima para assimilar diversas cidadelas, Hester Shaw  vê na ação a oportunidade perfeita de se vingar do assassino de sua mãe. Devido a percalços, ela logo se vê ao lado de Tom Natsworthy (Robert Sheehan), um jovem criado na cidade, precisando juntar forças para sobreviver.

O ritmo  é acelerado e não dá descanso. A narrativa é recheada de pura adrenalina e o dinamismo das cenas é transposto das telas.

Pode ter sido baseado em um livro, mas possui climão de HQ. É um blockbuster que se importa e resolve perder tempo para acrescentar elementos humanos – entre uma tirinha de papel e outra – como, por exemplo, a relação da protagonista com seu pai adotivo: um zumbi robótico implacável.

05 Máquinas Mortais.jpg

O filme impressiona por sua capacidade de fazer o público dizer “uau!”, durante os principais momentos de brilhantismo de ação em grande escala, bem como de um tratamento visual que surpreende com engenhosidade e ótimos efeitos especiais, sem contar com a impressionante trilha sonora.

A obra em si, faz uma clara alusão às atuais tendências neo-expansionistas e neo-imperialistas de potências como Estados Unidos, China e Rússia, determinadas a exercer um domínio territorial, econômico, social, cultural e político sobre nações menos poderosas.

Máquinas Mortais nos entrega exatamente o que lhe é pedido: um universo rico e minucioso.

Já disponível na  ewmix

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s