O Menino Que Queria Ser Rei – uma aventura de fantasia que nos traz de volta a lenda do Rei Arthur

Alex (Louis Serkis) é um garoto que enfrenta problemas no colégio, por sempre defender o amigo Bedders (Dean Chaumoo) dos valentões Lance (Tom Taylor) e Kaye (Rhianna Dorris).

Um dia, ao fugir da dupla, ele se esconde em um canteiro de obras abandonado. Lá encontra uma espada encravada em uma pedra, da qual retira com grande facilidade.

O que Alex não sabia era que a espada era a lendária Excalibur e que, como seu novo portador, precisa agora enfrentar a meia-irmã do rei Arthur, Morgana (Rebecca Ferguson), que está prestes a retomar seu poder.

Para tanto, ele conta com a ajuda do mago Merlin (Angus Imrie), transformado em uma versão bem mais jovem.

01 O Menino Que Queria Ser Rei.jpg

Sugando o essencial das lendas de Rei Arthur, a obra se beneficia da ingenuidade que um público mais jovem costuma carregar para transpor a mitologia fundadora da Inglaterra para um contexto mais próximo de quem está assistindo a obra.

O bullying, ameaça constante na vida de uma criança, é o gatilho onde tudo começa. E a honra demonstrada pelo jovem Alex em lidar com a situação traça o paralelo com a influência principal do filme.

É claramente um trabalho de amor e dedicação do diretor Joe Cornish (Ataque ao Prédio), dirigindo seu primeiro longa desde 2011, onde a medida que a narrativa se desenrola, cabe a Alex, e sua Excalibur Sword salvar sua cidade natal em sua hora mais sombria. O filme mistura as lendas com uma história de amadurecimento e lições inspiradoras sobre a autodescoberta e a importância da amizade.

06 O Menino Que Queria Ser Rei.jpg

A história tem um magnetismo inabalável graças ao seu elenco jovem maravilhosamente expressivo. Muita ação cheia de perigo e que os jovens não resistirão – especialmente em uma batalha na escola envolvendo um exército de cavaleiros esqueletos flamejantes e fantasmas guerreiros.

O senso de aventura aqui é infinito e, embora haja um começo, meio e fim para essa história em particular, parece um mundo aberto que tem o potencial de continuá-la.

O Menino Que Queria Ser Rei é um filme surpreendentemente épico e espirituoso, impulsionado por um espírito aventureiro e bastante inteligente, onde passado e presente se juntam para viver uma história de superação, descoberta, companheirismo e amizade.

Já esta disponível na  ewmix

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s