Vice – mostra como o vice-presidente americano manipulou o sistema ao ponto de se tornar uma das pessoas mais poderosas do mundo.

A trama narra a história de Dick Cheney (Christian Bale), que ainda na juventude se aproximou do Partido Republicano ao ver na política uma grande oportunidade de ascender de vida.

Para tanto, se aproxima de Donald Rumsfeld (Steve Carell) e logo se torna seu assessor direto. Com a renúncia do ex-presidente Richard Nixon, os poucos republicanos que não estavam associados ao governo ganham imediata importância e, com isso, tanto Cheney quanto Rumsfeld retornam à esfera de poder do partido.

Décadas depois, com a decisão de George W. Bush (Sam Rockwell) em se lançar candidato à presidência, Cheney é cortejado para assumir o posto de vice-presidente. Ele aceita, mas com uma condição: que tenha amplos poderes dentro do governo, caso a chapa formada seja eleita.

Vice segue a ascensão de Cheney ao poder de uma forma muito tranquila, nunca tendo sido eleito presidente dos Estados Unidos, seu impacto no governo foi enorme. Sendo um insider que passou de trazer café às pessoas para praticamente administrar o programa para George W. Bush durante sua presidência, essa história estava madura para ser explorada.

George W. Bush sentiu-se obrigado a concorrer ao cargo de presidente, o que, por sua vez, fez com que ele precisasse de uma pessoa experiente e ambiciosa para ajudá-lo ao longo do caminho.

03 Vice.jpg

O filme ainda explora um começo de vida que não parece nada promissor. Expulso da universidade, o jovem Cheney mergulha na bebida e parece perder o rumo. Salva-o um ultimato da noiva, Lynne Vincent (Amy Adams), uma personalidade de ferro que será, ao longo de toda a vida do futuro marido, esteio, inspiração e uma parceira à altura numa ambição de poder inesgotável.

O longa teve 08 indicações ao Oscar incluindo filme e direção. Créditos para Christian Bale – quase irreconhecível sob uma excelente maquiagem, com acidez, ironia e uma linguagem veloz e criativa. Além de ganhar peso e fazer exercícios para engrossar o pescoço para ficar ainda mais parecido fisicamente com o ex-vice-presidente dos EUA, Bale se destaca especialmente no timbre de voz que, além de envelhecer com o passar do longa, é monótono e prático como o do retratado.

06 Vice.jpg

O diretor Adam McKay (A Grande Aposta / Quase Irmãos) sabia claramente a história que queria contar do começo ao fim. Cheney nunca teve os holofotes, mas sempre controlou a Casa Branca de longe. É por conta dele que a energia solar foi atrasada, ele orquestrou a invasão no Iraque após 2001 e fez o que quis dentro dos EUA. O filme mostra como ele manipulou o sistema a seu favor e cresceu ao ponto de se tornar uma das pessoas mais poderosas do mundo.

Vice é baseado em fatos reais e se apoia em uma edição dinâmica, um roteiro afiado e atuações fortes para contar a história da política americana de uma forma engraçada e, ao mesmo tempo, reflexiva.

Ganhador do Oscar de melhor maquiagem e penteado.

Já disponível na  ewmix

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s