O Parque dos Sonhos – Fala da importância de sonhar, o valor da amizade e o poder da imaginação

Se há uma coisa que as crianças gostam, são parques de diversão. Se há duas coisas, são parques de diversões e filmes de animação. E se há três coisas, são parques de diversões, filmes animados e uma história surpreendentemente sobre não deixar problemas atrapalharem sua vida!

Pelo menos, isso é o que pode ser extraído de O Parque dos Sonhos – um filme infantil lindo, colorido e amável, que tem um grande traço de sinceridade.

A Sra. Bailey sempre encorajou sua filha June a sonhar alto, e juntas elas sonharam com seu próprio parque temático. June e sua mãe passam um bom tempo projetando plantas e modelos para o parque de diversões imaginário chamado Wonderland – fazendo brainstorming de vários passeios fantásticos, e animais falantes extravagantes.

02 O Parque dos Sonhos.jpg

Quando sua mãe fica gravemente doente, June perde o interesse pelo projeto em andamento, paralisada de medo e frustração pela incerteza que foi introduzida em sua jovem vida.

Mas enquanto tenta fugir do acampamento de matemática, June faz uma descoberta mágica: em algum lugar na floresta, longe de sua casa, Wonderland se manifestou – e caiu em desuso sem a atenção dela.

Também foi invadida por chimpanzés raivosos que foram originalmente concebidos como bonecos na imagem do empresário do parque Peanut, agora empenhados em destruir tudo em seu caminho.

O “Wonderland” se torna a ilustração exata do transtorno vivido por June. Sem acompanhar a estadia da sua mãe no hospital – nosso olhar se cola ao da menina, presa em casa – o filme prepara a jovem para o possível luto através da metáfora do parque.

Neste espaço, ela encontra um macaco cujo comportamento é muito semelhante ao seu, descobre com os animais a importância da ajuda e a necessidade de se afastar, às vezes, da pessoa amada.

A escuridão que toma conta do lugar representa o medo e a tristeza da garota. Por mais fantástico que pareça este universo, ele se torna profundamente real em sua leitura de sentimentos universais.

01 O Parque dos Sonhos

Lindamente projetado em sua essência, possui uma paisagem extraordinariamente exuberante, semelhante a uma ficção científica. As cenas na floresta ostentam um 3D impressionante.

O Parque dos Sonhos tem sido comparado a Divertida Mente, embora ostente um parentesco mais próximo com os ótimos Coraline e ParaNorman, dos estúdios Laika, que ousam explorar o medo infantil sem floreios, e com grande respeito à compreensão e de imaginação.

Por trás da aparência multicolorida e das mensagens otimistas (sobre a importância de sonhar, o valor da amizade, o poder da imaginação), O Parque dos Sonhos se aventura por um universo mental profundo e alcança espectadores de qualquer idade.

Não perca! Vc vai amar!!!

Já esta disponível na  ewmix

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s